Você está aqui: Página Inicial Educação Ambiental
menu

sobre.jpg

boletins.jpg

cultura.jpg

galeria.jpg

legislacao.jpg

links.jpg

praticas.jpg

transparencia.jpg

semana.jpg

Banners

 banner-calendario-pga.jpg

turminha.jpg

banner-pequeno-novo-zecologico.jpg

 

O que é Educação Ambiental

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL SURGIU PARA AUXILIAR A SOLUCIONAR UM PROBLEMA...


Nos últimos três séculos a humanidade passou por grandes mudanças:

  • surgimento do processo de produção industrial que aumentou a utilização dos recursos naturais e a geração de resíduos;
  • migração das pessoas do meio rural para as cidades;
  • aumento da produção do conhecimento proporcionando rápido desenvolvimento das ciências e da tecnologia;
  • mudanças nos valores e modos de vida da sociedade
  • acelerado crescimento populacional.


Essas mudanças tiveram consequências profundas para todo o planeta:

  • CULTURA DE SEPARAÇÃO DO HOMEM E AMBIENTE - O homem não se enxerga  como parte do meio ambiente, não estabelece limites nem critérios apropriados para utilização dos recursos naturais
  • CRISE AMBIENTAL – surgimento de graves problemas ambientais devido ao aumento da utilização dos recursos naturais e da produção de resíduos

A preocupação com a CRISE AMBIENTAL fez com que surgisse a mobilização da sociedade, exigindo soluções e mudanças. Na década de 60, do séc. XX, a partir dos movimentos contraculturais, surgiu o movimento ecológico que começou a elaborar a proposta da EDUCAÇÃO AMBIENTAL como ferramenta de mudanças nas relações do homem com o ambiente.

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL (EA) surge como resposta à preocupação da sociedade com o futuro da vida.


Sua proposta principal é a de estimular o surgimento de uma cultura de ligação entre natureza e sociedade, através da formação de uma atitude ecológica nas pessoas. Um dos seus fundamentos é a visão socioambiental, que afirma que o meio ambiente é um espaço de relações, é um campo de interações culturais, sociais e naturais (a dimensão física e biológica dos processos vitais).

Ressalte-se que, de acordo com essa visão, nem sempre as interações humanas com a natureza são daninhas, porque existe um co-pertencimento, uma coevolução entre o homem e seu meio. Coevolução é a idéia de que a evolução é fruto das interações entre a natureza e as diferentes espécies, e a humanidade também faz parte desse processo.

O processo educativo proposto pela EA objetiva a formação de sujeitos capazes de compreender a sua realidade e agir nela de forma consciente. Sua meta é a formação de sujeitos ecológicos.


“A EA fomenta sensibilidades afetivas e capacidades cognitivas para uma leitura do mundo do ponto de vista ambiental. Dessa forma, estabelece-se como mediação para múltiplas compreensões da experiência do indivíduo e dos coletivos sociais em suas relações com o ambiente. Esse processo de aprendizagem, por via dessa perspectiva de leitura, dá-se particularmente pela ação do educador como intérprete dos nexos entre sociedade e ambiente e da EA como mediadora na construção social de novas sensibilidades e posturas éticas diante do mundo.” (Carvalho, Isabel C. M. Educação Ambiental: A Formação do Sujeito Ecológico)


Documentos referência em Educação Ambiental
 

 

Ações do documento
Ferramentas Pessoais